Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Saúde

            A Saúde do homem, da mulher,da criança, do jovem e do idoso é um parâmetro fundamental para que haja desenvolvimento sustentável com justiça e igualdade.

            Os(as) trabalhadores(as) rurais têm se frustrado muito pela falta de acesso aos serviços básicos de saúde, pelo fechamento de pequenos hospitais, a forte dependência das instituições filantrópicas, assistenciais e privadas que de forma ilegal e imoral cobram taxas altíssimas aos usúarios do Sistema Único de Saúde (SUS).

             Faltam profissionais no interior e raros são os especialistas. Também existe a insuficiência de medicamentos gratuitos para as doenças crônicas.

            E a partir deste problema sentido e vivido foi que o 10º Congresso Estadual apontou que o MSTTR deve priorizar o fortalecimento do SUS, exigindo cumprimento de seu papel e de sua função, propiciando um atendimento igualitário e de qualidade para todos(as) e humanizando atendimento.

            A necessidade de uma educação sexual adequada nas escolas para evitar gravidez em adolescentes é outro problema grave enfrentado pela população. Por outro lado, a implementação de uma alimentação escolar saudável, valorizando os produtos da agricultura familiar seria uma saída para tantos problemas de desnutrição infantil.

DIRETORA RESPONSÁVEL

Lérida Pivoto Pavanelo- Coordenadora Estadual de Trabalhadoras Rurais

lerida@fetagrs.org.br

ASSESSORA

 Paula Rosana Fortunato  

paula@fetagrs.org.br