Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.212

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais// Um programa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 316 Sindicatos filiados.// Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural./

A VOZ DA FETAG/
www.fetagrs.org.br
O programa desta semana traz quatro entrevistas compactas com os seguintes temas:

DIA DO APOSENTADO RURAL/
O Dia do Aposentado e da Aposentada Rural é comemorado DIA 5 DE OUTUBRO./ O presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, faz uma mensagem alusiva aos aposentados e aposentadas rurais.///
DURAÇÃO: 1`02"

MINETTO GARANTE PROGRAMA TROCA-TROCA DE SEMENTES/
A direção e o Departamento de Política Agrícola da FETAG estiveram reunidos na última terça-feira, dia 3, com o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcísio Minetto para tratar do orçamento e dos programas da Pasta./ Neste entrevista, Minetto disse que o Troca-troca não pode parar.///
DURAÇÃO: 1`1"

30° ENCONTRO NACIONAL DOS PRODUTORES DE ALHO/
Olir Schiavenin, presidente do STR de Flores da Cunha e Nova Pádua, também presidente da Associação Gaúcha dos Produtores de Alho (Agapa) e vice da Nacional, fala sobre o Encontro, que vai reunir cerca de 500 produtores no dia 20 de outubro em Flores da Cunha.///
DURAÇÃO: 8`50"

IBRAVIN PEDE APOIO DA FETAG/CONTAG NAS NEGOCIAÇÕES
MERCOSUL COM MERCADO COMUM EUROPEU/
O diretor de Relações Institucionais do Instituto Brasileiro do Vinho, Carlos Paviani, e demais colegas do Ibravin, bem como o presidente da Comissão Interestadual da Uva, Denis Debiasi, estiveram reunidos com a direção da FETAG./ Paviani falou para A Voz da FETAG as apreensões do setor caso não haja qualquer tipo de restrição às importações de vinhos.///
DURAÇÃO: 4`43"

AS NOTÍCIAS DA FETAG TAMBÉM ESTÃO NO FACEBOOK/
Quando você abrir a sua página no Facebook, na coluna à esquerda, bem abaixo, tem um link chamado PÁGINAS./ Clique ali e em seguida digite a palavra FETAG-RS que a nossa página no Facebook irá se abrir./ A finalidade é usar essa nova ferramenta de comunicação das redes sociais e fazer chegar ao movimento sindical as notícias da Federação./ Não perca tempo e curta a nossa página!///

AGRICULTURA FAMILIAR EM EVIDÊNCIA NO CANAL RURAL/
A FETAG, em parceria com o SENAR, está veiculando programas de TV intitulados Agricultura Familiar em Evidência, que vão ao ar pelo Canal Rural todas as terças e quintas-feiras à 6h45min./ Eles apresentam a realidade da agricultura familiar do Estado, trazendo experiências positivas e casos de sucesso, com o objetivo de potencializar as ações desenvolvidas no meio rural./ Nesta semana, o programa é sobre o Fórum do Leite, com uma síntese do seminário que a FETAG realizou durante a Expointer.///

ENTIDADES ENCAMINHAM PEDIDO DE INVESTIGAÇÃO SOBRE INGRESSO DE LEITE DO URUGUAI/
O vice-presidente da FETAG, Nestor Bonfanti, participou ontem (4) de reunião com o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, e com Jorge Rodrigues, diretor da Farsul, para tratar da importação de derivados de leite do Uruguai./ A SEAPI elaborou um ofício, que foi assinado pela FETAG e Farsul, e será encaminhado nos próximos dias ao Departamento de Defesa Comercial (DECOM) do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC)./

No documento, as entidades solicitam a abertura de investigação sobre uma provável prática ilegal de comércio de produtos derivados do leite oriundos do Uruguai./ Levantamentos realizados com dados oficiais de produção, consumo interno e exportação para o Brasil de leite e derivados, apontam para um déficit de mais de 52 milhões de litros no Uruguai, em relação ao montante oficialmente revelado da totalidade da produção realizada no país vizinho, que é de 1.775.024.809 litros (dados de 2016/Banco Mundial)/

De acordo com o ofício, este seria o indício de que estaria ocorrendo uma “triangulação”, ou seja, o leite exportado não seria produzido pelo Uruguai, mas por um terceiro país./ “A iniciativa que tivemos de elaborar este documento e buscar a assinatura das federações, que representam os produtores, tem como objetivo encaminhar uma realidade que hoje é muito presente e que tem provocado dificuldades na produção de leite gaúcha e brasileira, tendo em vista uma desigualdade verificada no ingresso de importados. Estamos pedindo essa abertura de investigação como uma forma de criar uma proteção à cadeia produtora de leite do Rio Grande do Sul”, disse o secretário Ernani Polo./

Bonfanti, por sua vez, acredita que esta ação vai favorecer a política leiteira do Rio Grande do Sul e dar suporte para a retomada de crescimento deste setor./ “O Estado vem perdendo muitos produtores de leite, 22% deles deixaram de produzir nos últimos dois anos e esta ação pode auxiliá-los ”, ressalta./ Rodrigues disse que esse fato vem se refletir no mercado gaúcho, porque o maior volume de exportações do Uruguai é para o Brasil, especialmente via Rio Grande do Sul.///

SEGURANÇA ALIMENTAR E NUTRICIONAL EM DEBATE/
A Importância da Alimentação e a Oportunidade do Mercado Institucional foi o tema da manifestação que Diego Kiefer, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cachoeira do Sul, fez hoje (5) durante o Seminário Territorial de Segurança Alimentar e Nutricional, que está acontecendo na 67ª Feira Agropecuária de Cachoeira do Sul./

O evento, que tem a participação do secretário Nacional de Segurança Alimentar, Caio Rocha, tem por objetivo apresentar os mecanismos de governança da Segurança Alimentar e Nutricional, aprofundando na questão dos Programas de Aquisição de Alimentos via PAA e PNAE – Alimentação Escolar)./ Fortalecer mecanismos para que a governança territorial contribua na implantação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional nos municípios do território rural.///

FETAG DISCUTE PREOCUPAÇÕES COM SECRETÁRIO MINETTO/
A direção e o Departamento de Política Agrícola da FETAG receberam na última quarta-feira o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcísio Minetto, para discutir algumas preocupações com relação ao orçamento da pasta e programas, entre os quais o Troca-troca de Sementes no sentido de melhorar e aprimorar o seu fluxo./ Minetto explicou que dentro deste contexto tem a questão da legislação, que sofreu algumas alterações e precisam receber os devidos ajustes./ “Embora determinados aspectos sejam de ordem interna de governo, também há relações com os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais e a FETAG, bem como a parte operacional./ Sem dúvida, o Troca-troca é um programa importante que não podemos perder./ Além disso, alinhamos algumas preocupações do ponto de vista de execução das políticas públicas relacionadas à agricultura familiar”, destacou.///

AGROINDÚSTRIAS: RELATÓRIO DA SUBCOMISSÃO PODE INDICAR CRIAÇÃO DE EQUIPES MULTIDISCIPLINARES/
A necessidade da criação de equipes multidisciplinares que dominem o processo produtivo foi apontada durante a reunião da Subcomissão de Agroindústrias Familiares da Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa ocorrida na última segunda-feira, dia 2, durante a Feapec, no Parque da Fenarroz, em Cachoeira do Sul./ As equipes seriam constituídas por profissionais da área técnica como veterinários, engenheiros de alimentos e técnicos agrícolas./

De acordo com o relator da Subcomissão, deputado estadual Elton Weber, a Subcomissão buscará subsídios junto à Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) para verificar qual seria o modelo ideal para a composição deste tipo de grupo, que poderia ser instituído em lei./ “Essa poderá ser uma indicação no nosso relatório, que será apresentado em novembro”, antecipou Weber./ Veterinária e professora do curso de Ciência e Tecnologia de Alimentos da UERGS – Unidade Encantado, Magnólia Martins Erhardt, este seria um modelo bastante interessante para resolver alguns entraves que freiam a atividade./

Presente à reunião, o presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, reforçou que os custos altos e a falta de um tratamento diferenciado para a agroindústria familiar estão prejudicando a expansão do segmento, que tem tudo para crescer. "A  legislação tem que ser clara e diferenciada", defendeu./
Ao representar a Câmara Federal, o presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar, Heitor Schuch, garantiu que levará os pleitos a Brasília./ A Subcomissão foi criada para revisar a legislação e as regras de fiscalização a partir das demandas do presidente do STR de Cachoeira do Sul, Diego Kiefer, após agroindústrias serem fechadas no município./ As próximas reuniões da Subcomissão acontecerão em Bom Jesus (9/10) e Santo Antônio das Missões (27/10).///

STR DE SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA PROMOVE SEMANA DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL/
Uma alimentação saudável está diretamente relacionada à qualidade de vida./ Para tanto, adotar hábitos alimentares mais saudáveis e sustentáveis é de extrema importância./ Dentro desse contexto, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santo Antônio da Patrulha programou para os dias 24 a 28 de outubro atividades da Semana da Alimentação Saudável./ A intenção é discutir sobre o consumo de alimentos livres de agrotóxicos, a qualidade dos produtos e a formação de uma rede de sustentabilidade, produção e comercialização, sendo que o consumo vai além de adquirir comida, promovendo as comunidades locais através da agricultura familiar e da agroecologia.///

30° ENCONTRO NACIONAL DOS PRODUTORES DE ALHO DISCUTE FUTURO DA CULTURA FRENTE ÀS IMPORTAÇÕES/
As Associações Nacional e Gaúcha dos Produtores de Alho (Anapa/Agapa) realizam no dia 20 de outubro o 30º Encontro Nacional dos Produtores de Alho e o 2º Talk Show, a partir das 13h30min, no Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora de Lourdes, em Flores da Cunha./ O presidente do STR de Flores da Cunha e Nova Pádua, Olir Schiavenin, também presidente da Agapa e vice da Anapa, conta que serão discutidas as perspectivas para a cultura./ Dentro deste contexto, o enfoque recairá sobre o futuro da produção de alho, tendo em vista a conjuntura internacional que faz o produtor enfrentar inúmeros problemas, entre eles as importações./

Com o lema Mercado, Novas Tecnologias e Custo de Produção, o encontro inicialmente abordará as novas tecnologias para mostrar de que forma ele pode produzir mais e melhor, com maior ganho e redução no custo de produção com rentabilidade./ “Os palestrantes tratarão desde a escolha do terreno até a adubação, enfim, o passo a passo e as inovações para melhorar a produtividade”, observa./
Em relação a mercado, continua Olir, é outro tema que será tratado e se reveste de grande importância./ O produtor ficará por dentro de como andam as importações, quais são as perspectivas de safra, preço e, inclusive, a situação do mercado brasileiro e internacional./ “Vamos analisar os números da China, da Argentina e da Espanha, tendo por meta traçar um panorama para que o produtor tenha noção de como se comporta o mercado”, justifica.///

IBRAVIM PEDE APOIO DA FETAG NAS NEGOCIAÇÕES MERCOSUL E UNIÃO EUROPEIA/
A possibilidade do acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia  entrar em vigor no início de 2019 e as negociações devem ganhar os contornos finais, pois de 2 a 6 de outubro está prevista nova rodada de negociações para conclusão até o final deste ano./ Tal fato motivou a direção do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) e a Comissão Interestadual da Uva a se reunirem hoje (29) com a diretoria da FETAG em busca de apoio no sentido de que as negociações desse acordo sejam realizadas com a perspectiva de um mínimo prejuízo para o setor produtor de uvas e derivados de sucos e vinhos no Rio Grande do Sul e Brasil./ Imediatamente, o presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, já acionou a CONTAG, através de seu vice-presidente, Alberto Broch, responsável pela área de relações internacionais, para receber o Ibravin e apoiar nas negociações com o Itamarati.///

VEM AÍ A 1ª CONFERÊNCIA ESTADUAL DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE/
A 1ª Conferência Estadual de Vigilância em Saúde (1ª CVS/RS) ocorrerá nos próximos dias 6, 7 e 8 de outubro no auditório da FETAG, que fica na Rua Santo Antônio, 121, em Porto Alegre./ Com a expectativa de participação acima de 600 delegados, a abertura está prevista para as 8h, com o credenciamento, e logo após a palestra de abertura “Política Nacional de Vigilância em Saúde e o fortalecimento do SUS como direito à proteção e promoção da saúde do povo brasileiro”./ À tarde, na Mesa 1, serão debatidos os dois primeiros eixos: o lugar da vigilância em saúde no SUS e a responsabilidade do Estado e dos governos./ Na Mesa 2, os demais eixos: saberes, práticas, processos de trabalho e tecnologias na vigilância em saúde; e vigilância em saúde participativa e democrática para o enfrentamento das iniquidades sociais em saúde./    Sábado, dia 7, durante todo o dia, estão programados debates das propostas em grupos, na Escola Estadual Protásio Alves./ A Conferência encerra domingo, 8, com a plenária final, aprovação do relatório final, votação das propostas e homologação dos delegados para a 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (1ª CNVS), que vai ocorrer de 21 a 24 de novembro, em Brasília.///

LEITE SEGUE EM QUEDA PELA QUINTA VEZ CONSECUTIVA/
O valor do litro de leite projetado para setembro é de R$ 0,8519, 4,4% inferior ao consolidado de agosto, de R$ 0,8914, conforme levantamento divulgado pelo Conseleite./ É a quinta queda consecutiva do preço de referência do produto./ A última vez que os produtores receberam valor igual a R$ 0,85 ocorreu em janeiro do ano passado, período em que há queda sazonal da cotação.///

COMISSÃO APROVA 29 INSCRIÇÕES PARA EXPOIJUÍ FENADI 2017/
Com o tema Desbravar Sonhos e Construir Realidades, será realizada de 10 a 22 de outubro a ExpoIjuí Fenadi 2017, no Parque de Exposições Wanderley Burmann, envolvendo empreendedorismo, negócios e lazer para toda a comunidade./ Paralela à exposição, acontece a Feira da Agricultura Familiar, cuja comissão organizadora, que esteve reunida na última terça-feira, dia 19, na sede da Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), aprovou 29 inscrições./ O assessor de Política Agrícola e Agroindústrias da FETAG, Jocimar Rabaioli, explica que a comissão avaliou as 51 inscrições recebidas e considerando que pavilhão conta com 29 estandes foram aplicados os critérios do regimento, o qual prioriza os empreendimentos locais, regionais e primeira feira.///