Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.340

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais// Um programa da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 316 Sindicatos filiados.// Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural./

A VOZ DA FETAG/
www.fetagrs.org.br

LANÇAMENTO DO 9° GRITO DE ALERTA E EXPODIRETO COTRIJAL/

O presidente da FETAG, Carlos Joel da Silva, fala sobre o lançamento do 9° Grito de Alerta, que acontece na próxima terça-feira, dia 19, em Santa Cruz do Sul./ O 9° Grito ocorrerá no dia 15 de maio, também em Santa Cruz do Sul./

Na sequência, Joel faz um balanço da Expodireto Cotrijal e a participação das agroindústrias na 11ª Feira da Agricultura Familiar./

O programa será disponibilizado no site a partir das 10h de amanhã (15).///



AS NOTÍCIAS DA FETAG TAMBÉM ESTÃO NO FACEBOOK/
Curta a Página Oficial da FETAG-RS na rede social Facebook e tenha informações atualizadas sobre a Agricultura Familiar e o Movimento Sindical do estado e país. // Não perca tempo e curta a nossa página!///

 

FETAG LANÇA 9° GRITO DE ALERTA EM SANTA CRUZ DO SUL/

A FETAG, através das Macros Regionais Central e Missões Fronteira Noroeste, agendou para a próxima terça-feira, dia 19, o lançamento do 9° Grito de Alerta, no Clube Avenida, em Santa Cruz do Sul./ Tendo como eixos principais a Reforma da Previdência Social e a Valorização da Agricultura Familiar, o 9° Grito de Alerta acontecerá no dia 15 de maio em Santa Cruz do Sul.///

 

20ª EXPODIRETO COTRIJAL E 11ª FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR/

A 20ª edição da Expodireto Cotrijal e 11ª Feira da Agricultura Familiar terminam amanhã em Não-Me-Toque./ A Regional Alto Jacuí está ao lado da Federação na coordenação e organização do Pavilhão da Agricultura Familiar com os expositores ligados aos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais./ Ao longo da semana passam pelo parque cerca de 250 mil pessoas, ávidas por ver o que os mais de 500 expositores oferecem nas áreas de máquinas e equipamentos agrícolas, produção vegetal, produção animal, agricultura familiar, meio ambiente, pesquisa e serviços voltados ao campo./

O Pavilhão da Agricultura Familiar abriga 182 estandes, destes 142 serão com produtos de agroindústrias e 40 de artesanatos e flores./ Mais de 116 municípios estão representados nesta edição./ Apenas no primeiro dia de vendas foram contabilizados R$ 119.019,00./ A participação da FETAG-RS é expressiva no pavilhão, pois segundo o secretário-geral e diretor de agroindústria da federação, Pedrinho Signori, 147 empreendimentos são vinculados aos Sindicatos dos Trabalhadores Rurais, por sinal o elo de organização da classe.///


EXPOAGRO AFUBRA NA SEQUÊNCIA/

Logo após a realização da Expodireto Cotrijal, a Afubra realizará durante os dias 26, 27 e 28 de março a 19ª Expoagro Afubra no Parque Rincão Del Rey, em Rio Pardo./ A FETAG recebeu mais de 200 inscrições de empreendimentos da agricultura familiar, sendo que ao todo participarão 112 agroindústrias e 37 expositores de artesanato, plantas e flores.///

 

8° SEMINÁRIO DA AGROINDÚSTRIA FOCA NO MERCADO E VENDAS/

O Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Flores da Cunha e Nova Pádua promove o 8° Seminário da Agroindústria no dia 23 de março, às 15h, no auditório da Escola de Gastronomia junto ao Parque da Vindima Eloy Kunz, evento paralelo à 10ª Mostra Flores e 7ª Feira Agroindustrial, que vão até o dia 24 de março (finais de semana), no mesmo local, em Flores da Cunha./

Conforme Olir Schiavenin, presidente do STR, a programação do seminário é toda voltada aos agricultores, tendo como temas Startups no agronegócio, rastreabilidade da produção agrícola e energias alternativas e renováveis. Os enfoques recaem sobre comercialização e mercado, cujo objetivo maior é capacitar e orientar os produtores através de palestras./ Olir explica que no mesmo final de semana ocorre, ainda, a exposição de tratores e equipamentos agrícolas com lançamentos e novidades do setor direcionadas ao desenvolvimento e renda dos pequenos produtores./

O dirigente destaca a consolidação destes eventos, tanto na participação de 15 agroindústrias familiares, que somam-se a outros 80 expositores de malhas, confecções, móveis, decoração, artesanato, flores e a própria feira agroindustrial, que conta com representantes de Flores da Cunha, Nova Pádua, Nova Roma do Sul, Antônio Prado e Ipê./ O público estimado em três finais de semana é de 50 mil visitantes.///

WHATSAPP FACILITA COMUNICAÇÃO DE DOENÇAS EM ANIMAIS/
Em funcionamento desde outubro de 2018, o contato de Whatsapp do Departamento de Defesa Agropecuária (DDA), da Secretaria da Agricultura do RS, facilita a comunicação de produtores com o Serviço Veterinário Oficial./ A ferramenta foi adotada para tornar mais simples o comunicado de suspeitas de enfermidades e denúncias de descumprimento de normas sanitárias./ “Saber sobre suspeitas de doenças com maior rapidez contribui para seu controle”, afirma a coordenadora do Programa de Erradicação da Febre Aftosa, Grazziane Rigon./ Segundo ela, é garantido o sigilo sobre as mensagens enviadas e as eventuais suspeitas comunicadas são conferidas pelos fiscais agropecuários da região./

O ideal, conforme Grazziane, é gravar o contato (51) 98445-2033 no telefone celular para ter à mão sempre que necessário./ O serviço pode receber mensagens em texto, áudio e até fotos e vídeos com algum sintoma alterado nos rebanhos./ O presidente do Fundesa, Rogério Kerber, afirma que é importante a participação do produtor neste aspecto de comunicar as suspeitas./ “O Serviço Veterinário Oficial precisa saber se há alguma alteração na sanidade dos rebanhos para agir com brevidade evitar a disseminação de doenças”, explica.///

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL É REAJUSTADA/

A Contribuição Sindical dos(as) Agricultores(as) Familiares é realizada para o Sistema Confederativo – CONTAG – FETAG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais./ Ela é devida por toda a categoria, trabalhadores(as) ou empregados(as). / Ou seja, todos aqueles que são trabalhadores rurais e não possuem empregados e exercem a atividade rural, individualmente ou em regime de economia familiar, sendo proprietário, arrendatário, parceiro, meeiro ou comodatário./

Para a tesoureira-geral da FETAG-RS, Elisete Hintz, a Contribuição Sindical é uma das formas de manter o Movimento Sindical atuante, forte e em constante luta para assegurar o direito dos agricultores familiares./ Elisete reitera que embora a Contribuição seja facultativa, é uma obrigação dos agricultores(as), pois quando da conquista de um benefício para a classe todos recebem as melhorias./
O valor da Contribuição Sindical da Agricultura Familiar referente ao exercício 2019 é de R$ 34,00 (trinta e quatro reais) por membro do grupo familiar.///