Federação dos Trabalhadores na agricultura no Rio Grande do Sul

Informativo

INFORMATIVO N° 1.362

Informativo Fetag e Sindicatos dos Trabalhadores Rurais.

 

Informativo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul e dos 321 Sindicatos filiados. Transmitido em todo o Estado com informações para o trabalhador e a trabalhadora rural.

 

 
A FETAG-RS TAMBÉM ESTÁ NO INSTAGRAM

 

Siga nosso perfil e fique atento a tudo o que acontece no Movimento Sindical Gaúcho! E não esqueça que todas as notícias também estão em nossa Página oficial no Facebook!

 


AGRICULTURA FAMILIAR GAÚCHA NA EXPOTCHÊ  


Ultrapassando as divisas do Rio Grande do Sul, 16 agroindústrias familiares seguem em caravana à Brasília para participar da Expotchê, que ocorre de 7 a 16 junho no Parque da Cidade em Brasília/DF. A Expotchê é realizada desde 1992.

 

 

Atualmente, são cerca de 300 expositores (em sua maioria do Rio Grande do Sul), distribuídos numa área de 27 mil metros quadrados. São estandes destinados a roupas, calçados, couro, malhas, lãs, queijos, salames, vinhos, sucos, chocolates, artesanato, churrasco, chimarrão, muitos deles produzidos por pequenos produtores e integrantes de programas de agricultura familiar. Além disso, o evento oferece uma intensa programação de shows, com apresentações diárias no Palco Principal e grupos musicais e de dança folclórica no Palco Regional.

 

 
Os empreendimentos da agricultura familiar são organizados pela FETAG-RS em parceria com o Sebrae RS. Cabe salientar, que além do apoio das entidades, os empreendimentos também estão entrando com uma contrapartida nas despesas.

 

A agricultura familiar gaúcha está levando à Brasília uma infinidade de delícias, como queijos, salames, sucos, cachaças, biscoitos, mel, mandolates caseiros, schmias, doces, conservas, erva mate, copas, polpas, vinhos, espumantes, artesanatos, chás, flores, plantas, entre outros produtos em um montante de 25 toneladas de produtos.

 

 
Segundo Jocimar Rabaioli – Assessor de Política Agrícola da FETAG-RS “o objetivo é não apenas a venda de produtos na feira, mas prospectar mercados na grande capital e abrir novos canais de comercialização”.

 

 

FETAG-RS E BANRISUL JUNTOS NA FENADOCE

 
Em parceria com a FETAG-RS, o Banrisul apoia os mais diversos eventos da nossa região. Nossa história iniciou no agronegócio e, desde então, nosso objetivo é fornecer as melhores alternativas para o desenvolvimento da agricultura familiar.

 


O Cartão de Crédito Banrisul Mastercard também é uma alternativa para quem busca tornar suas compras ainda mais vantajosas. Isso por que as compras à vista, pré-datadas ou parceladas geram pontos no Banriclube, site para aquisição de produtos, viagens e muitos outros benefícios. Quem solicita um Cartão Mastercard participa de promoções exclusivas, ganha descontos e ainda tem a primeira anuidade grátis.

 

 

Desde o plantio até a comercialização, o Banrisul disponibiliza linhas de crédito (custeio, investimento e comercialização) para atender as necessidades do produtor rural.

 

 

Para saber mais, basta acessar www.banrisul.com.br/agro ou visitar a agência Banrisul mais próxima.




CICLO DE PALESTRAS SOBRE LEGISLAÇÃO DO LEITE CONTINUA PELO ESTADO

 
As cidades de Ijuí, Santo Cristo, Frederico Westphalen e Palmeira das Missões receberão o Ciclo de Palestras sobre as IN’s 76 e 77. Os eventos acontecem respectivamente nos dias 12, 13, 18 e 19 de junho. Estes eventos reúnem representantes de empresas e entidades do setor lácteo gaúcho para debater as principais alterações previstas nas IN’s que modificam a forma de produção, coleta e armazenagem do leite cru, em vigor deste 30 de maio.

 


O evento é aberto ao público e as inscrições são gratuitas. A programação dos eventos inclui palestras sobre a Lei do Leite, aspectos de inspeção do leite, sanidade e plano de qualificação de fornecedores, depoimentos de produtores e indústria sobre o Programa Mais Leite Saudável, além de mesa redonda com especialistas da área.

 


O debate contará com transmissão simultânea por meio do Facebook do Sindilat (https://web.facebook.com/sindilatrs/).

 

 

A FETAG-RS apoia esta rodada de eventos pelo interior do estado, pois acredita que este momento é essencial para que o agricultor possa tirar suas dúvidas em relação às novas instruções normativas. Segundo Pedrinho Signori, diretor da federação que acompanha diretamente os debates, “o agricultor precisa entender profundamente o que dizem as normativas. A adequação será inevitável, mas ele necessita de um tempo maior para poder organizar sua propriedade”. O dirigente completa afirmando que é necessário um prazo maior para que o agricultor possa se adequar, pois ainda encontram dificuldades em relação à infraestrutura, como estrada, energia elétrica, transporte, entre outros.

 

 
Para o secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat), Darlan Palharini, o tema da reunião é muito relevante, visto que as novas regras já estão em vigor e a adequação de toda a cadeia produtiva se faz necessária. "A ideia é que produtores, indústrias e prefeituras possam sanar dúvidas e perceber que é possível cumprir às normativas do Mapa, que visam a melhoria da competitividade e padronização mínima do leite cru", declara.

 

 

Os encontros são promovidos pela Superintendência Federal do Ministério da Agricultura no Estado (Mapa/RS), Secretaria da Agricultura, Sindilat, Apil, Famurs, Sistema Farsul, Fetag, Sistema Ocergs, Emater, Embrapa, Conseleite, Gadolando, Associação dos Criadores de Jersey, Fecoagro, Simvet, CRMV/RS, Prefeitura Municipal de Frederico Westphalen e URI.

 

 

FETAG-RS PARTICIPA DO ENFOC REGIÃO SUL

 
A comitiva do Rio Grande do Sul formada por 13 componentes, entre eles representantes da juventude rural, mulheres trabalhadoras rurais, assessores(as) regionais e dirigentes chegaram em Curitiba para participar do 1º Módulo do Curso Regional de Formação em Desenvolvimento Rural e Sustentável e Solidário da Região Sul da CONTAG, organizado pela Escola Nacional de Formação Política – ENFOC que inicia hoje (11).

 

 
O objetivo é proporcionar uma formação política, que fortaleça e qualifique a atuação do movimento na disputa por políticas e projetos de sociedade, na construção da identidade dos sujeitos do campo, suas pautas e lutas, enfatizando a aplicabilidade do PADRSS.

 

 
A Coordenadora de Mulheres e diretora da Formação da FETAG-RS – Lérida Pavanelo e a assessora Paula Fortunato estão acompanhando o processo formativo que se estende até o dia 17 de Junho.

 

 

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL É REAJUSTADA

 
A Contribuição Sindical dos(as) Agricultores(as) Familiares é realizada para o Sistema Confederativo – CONTAG – FETAG e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ela é devida por toda a categoria, trabalhadores(as) ou empregados(as). Ou seja, todos aqueles que são trabalhadores rurais e não possuem empregados e exercem a atividade rural, individualmente ou em regime de economia familiar, sendo proprietário, arrendatário, parceiro, meeiro ou comodatário.

 

 
Para a tesoureira-geral da FETAG-RS, Elisete Hintz, a Contribuição Sindical é uma das formas de manter o Movimento Sindical atuante, forte e em constante luta para assegurar o direito dos agricultores familiares. Elisete reitera que embora a Contribuição seja facultativa, é uma obrigação dos agricultores(as), pois quando da conquista de um benefício para a classe todos recebem as melhorias.

 

 
O valor da Contribuição Sindical da Agricultura Familiar referente ao exercício 2019 é de R$ 34,00 (trinta e quatro reais) por membro do grupo familiar.